Peixe morre pela boca

“Fica sempre um pouco de tudo. Às vezes um botão. Às vezes um rato.” Drummond

Sempre tive muito apreço pelas palavras. Apreço é pouco, talvez devoção. Devoção daquelas que crê e considera como verdade absoluta e irrevogável tudo o que me dizem oralmente ou por escrito. Afinal, como poderia alguém se valer de algo tão sagrado para encobrir uma má intenção ou uma mentira?

Vê-se logo que já tive profundas decepções por causa disso. Essa história de ver nos olhos das pessoas, se elas dizem a verdade, sempre foi um enigma pra mim. Concreto para mim são as palavras e só quando elas são utilizadas é que consigo montar o mosaico dos significados e ler as entrelinhas.

O mais irônico disso tudo, é quando o conceito se volta contra seu alimentador. Risos (muitos). O efeito bumerangue das palavras.

A sociedade é uma algoz terrível no que se refere ao julgamento comportamental (aquela velha história do que deveria ser…). Um dos tantos “pecados” sociais da atualidade é o de ser solteiro. Logo, as pessoas não se contentam com um simples “não, estou só” (aliás, ter de responder a isso já é um absurdo!) e continuam cavocando, cavocando com questionamentos do tipo: “Mas, como? Então está saindo com alguém, né? (inclua a cara de idiota depois dessa pergunta :))” ou no cúmulo do desrespeito “alguém pra tirar o atraso?” (arghhhhhh!). Depois do terceiro “não” e do olhar de pena que se dá ao interlocutor – neste caso a aberração solteira  que ainda não está suficientemente treinada para dar um cruzado de esquerda -, com cara de vencido e sorriso monalístico, vem a resposta: “Ah, tenho um estepe por aí”. Ufaaaaaa! O solteiro não irá para o mármore do inferno e da solidão (vigésimo parênteses: solteirice e solidão não são sinônimos) nem precisará mais responder a perguntas (ah, digamos, idiotas)!

Como o solteiro é sempre um perseguido :(, uma hora essa declaração será usada contra ele, pode acreditar. O pior é quando o argumento se volta contra a aberração, para justificar determinada ação e o dito cujo do solteiro não consegue nem se explicar. Pois é, a máscara estava pegada à cara!

Sabe quando aquela sensação de “putz, fiz merda!” (desculpe a expressão chula, mas é a única compatível…) não se desgruda de nós? Se não se desgruda, é melhor acreditar nela, pois logo você terá a confirmação:  “Putz, fiz mesmo!”.

Fica sempre um pouco de tudo: do que fazemos, da máscara que usamos (para ver se nos deixam em paz!) e, principalmente, daquilo que dizemos. Quem mandou profanar a palavra? Agora é ela que não traz nenhum botão, mas sim fétidos ratos.  

Anúncios

5 comentários

  1. ÉRIKA QUANDO VOCÊ DIZ: ” A sociedade é uma algoz terrível no que se refere ao julgamento comportamental (aquela velha história do que deveria ser…). Um dos tantos “pecados” sociais da atualidade é o de ser solteiro. ”
    É impossível não concordar e… pior parece que funciona assim: ser solteiro é um problema, quando se namora o problema passa a ser a data do noivado, depois a do casório. Quando casamos, incomoda o fato de não se ter filhos e quando a vítima é divorciada, ah!!! aí está a prova da incompetência.
    Como você consegue viver sozinha?….como se a felicidade não estivesse dentro de nós e sim no outro.
    Há pessoas casadas que são solitárias e há solteiros e divorciados vivendo plenamente extasiados pela vida , a espera de alguém que não tenha medo de compartilhar momentos com pessoas inteligentes e independentes.
    Pessoas que sejam capazes de entender que amar é doação…é saber que você pode ser feliz e completo sozinho, mais quer compartilhar os segredos de sua alma com alguém que o compreenda, dê colo, atenção e carinho… sem cobranças ou interesses, somente pelo prazer de ver / sentir esse ser ao seu lado.
    bjs
    patgeo

    • Patrícia, a sua pessoa me surpreende a cada dia… Será que frequentamos a mesma “escola”? O que você comentou sobre estar extasiado pela vida é muito importante, porque quando percebemos esse estado, tudo ao nosso redor faz sentido. O meu exercício constante, nos últimos tempos, tem sido o de extasiar-me e tenho curtido muito essas novas percepções… O blog tem sido um dos instrumentos para isso acontecer… Beijo muito grande!

  2. QUERIDA, SEMPRE VI ESTE ÊXTASE PELA VIDA COMO O CAMINHO PARA ESTAR BEM!!! SIM FREQUENTAMOS A MESMA ESCOLA, AQUELA DAS PESSOAS QUE AMAM DE VERDADE, ACEDITAM NA MAIZADE VERDADEIRA E DESINTERESSADA E CARREGAM UM CORAÇÃO DE “GENTE”. dÁ PRA ENTENDER NÉ? HÁ TANTA GENTE SEM CORAÇÃO, SEM HUMANIDADE, SEM RESPEITO QUE, CONHECER VC FOI OU MELHOR ESTÁ SENDO MARAVILHOSO!!!
    Continue escrevendo e quando fizer um cadastro no face leia minhas notas, a primeira a baseada no seu texto, carinho
    PATGEO

  3. Flor,
    Como as pessoas são sem falta de espírito e dignidade não ?!
    Condenam as pessoas solteiras para se sentirem mais talvez… Poderosas!
    Nenhuma pessoa deve ficar magoado por esse motivo, e por essa cobrança que se estabelece na sociedade! Concordo com o que diz a Patgeo e em minha opinião não deveria ser dessa forma, com todos esses julgamentos absurdos!

    P. Érika você tem mais que ser feliz com alguém na hora certa, você é uma pessoa bonita e legal que sabe ter sua vida digna! Não precisa se apressar por causa de toda essa pressão, pelo contrário aproveite sua vida, o seu cotidiano e faça o que bem entender quando VOCÊ disser que quer e está preparada! Pois hoje tem MUITAS pessoas INFELIZES por uma falta de escolha ou desgaste no relacionamento, ou porque um dos sois não está feliz, sempre tem algo que dificulta nossa felicidade.

    E FLOR, VOCÊ TEM TEMPO PARA ACHAR UMA BOA PESSOA E APROVEITAR TUDOOO O QUE SE PODE DIVIDIR EM UM RELACIONAMENTO!!

    Beijos LeH *–*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s