108/365 Just because

Hoje eu pensei que não fosse conseguir sair da cama, em meu dia de “folga”, mas depois que projetei meu corpo em direção ao chão e consegui sair da cama cavocando, respirei fundo e pensei “yoga”. E aí sim, o dia começou bem, deixando para trás toda a exaustão e a dor na garganta (por forçar demais a voz) para trás.

Yoga, casa, faxina, janelas, esfregar o chão, lavar o giz, admirar sua aerodinâmica (vai ser bonito e bem acabado lá longe!), juntar as folhas da buganvília (outono, outono, outono, outono!), levar equipamentos (dentro do horário de atendimento!) para conserto, mitar na aula de inglês (uia! eu já sei usar o present perfect! Duvida? Have you ever fallen in love this way before? Me? No, I never.), ouvir música boa no giz…

Aproveitei as folhas do outono para cobrir os dois grandes problemas que me atormentam e que eu tenho tentado levar em banho-maria, com calma, paciência e o máximo de bom humor que sou capaz de ter… E percebi que eu estava feliz. Leve e feliz. Simplesmente porque me permiti estar. Leve, feliz e agradecida. E terminar a noite com uma (digamos, meia) meditação só contribuiu para meu estado de bem-estar geral.:D

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s