250/365 Que não se muda já como soía

É engraçado como a iminência de uma mudança traz vertigem e frio na barriga. Camões certamente inspirou-se nessa sensação para abordar o tema. E hoje o dia foi de sentir-se assim, por conta de diferentes áreas na minha vida. A certeza de que esse processo, de fato, começou a acontecer é um desconcerto. É um sentimento paradoxal e intenso, mas que faz os lábios sorrirem e o os olhos a enxergarem um futuro diferente e bem próximo.

Ainda que meu estado de ânimo não tenha ficado o dia todo exultante (sim, hoje foi dia de reunião e a aula de inglês foi pesada… ô sentimento de derrota! risos), o saldo é muito positivo mesmo. Agradecer por essa iminência é uma forma de recebê-la com tranquilidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s