279/365 O cidadão e a política

É uma reportagem de 2011 da Band, mas acho muito válido o vídeo, pois o item que mais me toca nele nem é o de como funciona a questão dos benefícios que os políticos recebem, mas de como a população pensa e age. Afinal, esse sim é o grande diferencial entre Brasil e Suécia, por exemplo. Ouço muita gente dizendo que o sistema político deveria ser assim ou assado, que “deveriam fazer alguma coisa” (sempre excelente esse sujeito indeterminado para se eximir de responsabilidade!), mas não ouço as pessoas preocupadas em dizer que cada um deveria agir assim ou assado…

No Brasil existe a crença de que “fazer a sua parte” é votar. E, tão somente votar. De uns tempos pra cá, rola o discursinho “pesquise, conheça, cobre”, mas ainda extremamente genérico e sem as pessoas saberem exatamente o que fazer.

Quantas pessoas dedicam seu tempo à política? Quantas pessoas estariam dispostas a dedicar seu tempo a verificar contas, buscar informações, acompanhar o trabalho do Legislativo? Quantas pessoas fazem isso hoje? Quantas pessoas reclamam, com ar de vítima, de que não há o que fazer, de que “é assim mesmo, então o melhor é nem participar!”?

Resumindo: a população é tão responsável quanto os políticos pela atual conjuntura do país.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s